A Morte do Ouvidor é a nova obra de Germano Almeida

20:34




Pelas mãos da Ilhéu Editora chega agora a mais recente obra do autodenominado contador de histórias Germano Almeida. A apresentação de A Morte do Ouvidor será feita no próximo dia 23 de Junho na Biblioteca do Centro Cultural Português - Instituto Camões às 18h30, pela Dra. Ana Cordeiro, numa iniciativa conjunta da Ilhéu Editora e do Instituto Camões.


Sobre o livro:

Em 1761, o ouvidor-geral João Vieira de Andrade chega a Santiago e logo denuncia ao rei os homens da governança da ilha, aos quais acusa de serem todos ladrões, adúlteros, amancebados, incestuosos, lascivos e alcoviteiros de suas próprias mulheres e filhas. Poucos meses depois é assassinado de forma cruel, facto que dá origem a uma feroz devassa, na sequência da qual são presos 33 moradores, entre os quais o coronel António de Barros Bezerra de Oliveira, homem tão poderoso que a si próprio se intitulava de príncipe de Cabo Verde e rei da ilha de Santiago. Levados a ferros para Lisboa, ele e mais nove moradores são julgados, condenados, enforcados e decapitados, com as suas cabeças remetidas para Cabo Verde para serem expostas em partes altas da vila da Praia, até o tempo as consumir.

É este acontecimento que serve de ponto de partida e pano de fundo a uma divertida investigação realizada pelos dois personagens deste romance, tudo com o objectivo de compreender o percurso e as características da nação cabo-verdiana.

You Might Also Like

0 comentários

Popular Posts

Like us on Facebook

Flickr Images