O que me entristece...

10:26




Sinto-me triste e, ao mesmo tempo, fulo da, sabendo que há uma grande movimentação no sentido de conseguir que a Cidade da Praia adquira um tal de "Estatutio Especial". Pergunto agora: o que é isso de estatuto especial? Praia não tem um estatuto especial? Não é ela a Capital de Cabo Verde? Casta de côs ê êss? Isso não tem lógica nenhuma. Todos os cabo-verdianos deveriam ter orgulho de ter Praia como capital de Cabo Verde, o que é conseguido através de muito trabalho. O que quero dizer é que nós devemos trabalhar para que nos orgulhemos de ter Praia como capital e, por sua vez Praia, digo, o governo, deve trabalhar no sentido dos cabo-verdianos terem esse orgulho. Trabalhar para a Praia, não se esquecendo do Mindelo, de S. Filipe, de Assomada e de Porto Novo, e nem se esquecendo de Sal, Boavista, S. Nicolau, Maio e Brava (da última ilha, nem se fala).

Pergunto então:

- Há quantos anos Sal está à espera de um Hospital?

- Quando será solucionado, de uma vez por todas, o problema de ligação e comunicação da abandonada ilha Brava?

- Boavista teve uma evolção estrondosa, mas não está bem visível que há aí uma bomba prestes a explodir?

- Porto Novo já é cidade. Mas quais são as ligações que a farão evoluir?

- Não se fala da ilha do Maio tanto quanto se fala de Santa Luzia?

- Para quê essa grande preocupação de retirar o título de capital cultural a Mindelo se esse título não foi conquistado (S. Vicente nasceu com esse título, que foi impulsionado pela história do seu porto, e construído por todos os cabo-verdianos, e não só)?
- Cabo Verde não é um país formado por dez ilhas? (se não for, cada ilha devia proclamar sua independência, ou o Norte que se separe do Sul )


Enquanto isso há o crescimento de um grupo chamado Pró-Praia que só conhece o "Venha a nós..." e é uma grande inspiração ao bairrismo, birrismo esse para o qual os mindelenses estão nas tintas.

O que mais me dói é ver S. Vicente ajudar a Praia (no que pode), ver a Praia crescer e ver-se cada vez mais votada ao abandono.

É triste ouvir da boca de muitos filhos de S. Vicente que vieram passar um tão almejado final de semana na sua ilha natal e voltaram à capital decepcionados com o que viram. Mas é mais triste ainda saber e ver que nada fazem para ajudar a reverter a situação. Mais ainda, muitos repudiam S. Vicente e dizem que nada mais têm que fazer aqui, a não ser passá sábe.

S. Vicente está no marasmo, muito graças ao sono profundo dos seus habitantes.

You Might Also Like

2 comentários

Popular Posts

Like us on Facebook

Flickr Images