Maurice Kyria em concerto no Mindelo e na Praia

22:22


Cataz: Paul Spencer - Alliance Française, Mindelo


No Mindelo
Segunda-feira, 14 de Março
Local: Esplanada Syrius - Hotel Porto Grande


Na Praia
Quarta-feira, 16 de Março
Local: Auditório Nacional



A música de Maurice Kyria é uma mistura original de Afro fusão e de R&B que ele prefere chamar «mwooyo», palavra que significa «alma» na sua língua materna, o Luganda. Ela, a música, é influenciada pela beleza e o espírito único de seu país natal, Uganda. A sua mãe, juntamente com os seus irmãos sentados à volta de um belo fogo, iniciou-os no canto, desde a sua mais tenra idade. Maurice começou a cantar a nível profissional com a idade de 15 anos e gravou com famosos artistas ugandeses temas de gospel, rap e jazz.

Maurice actuou por toda a África e foi distinguido como melhor artista R&B 2007 aquando do Pearl of Arican Music Awards na Uganda. Foi nomeado igualmente para Kisima Awards no Kenya e trabalhou com o legendário músico maliano Moussa Diallo, Cecile Verny Quartet(Alemanha), Beniwe(França), First Love(Uganda), Pragmo(Uganda) e Kaz Kasozi(Uganda Reino Unido).

Kirya escreveu canções para a cantora de jazz Brenda Nanyonjo e o cantor e produtor Steve Jean, gravou l’Hymne Est Africain com Susanna Owiyo de Kenya e Pauline Zongo da Tânzania. Em 2008, Maurice associou-se ao seu amigo de longa data, o músico Kawesa a fim de dar um concerto intitulado « Music with a Heart », destinado a angariar fundos em prol das crianças que necessitavam de uma intervenção cirúrgica ao coração, pelos serviços de assistência pediatrica do Hospital Internacional de Kampala.

Tocou com o artista de jazz Jonathan Butler e foi eleito um dos melhores artistas em palco na África pelo «Sauti za Busara Music Festival».

Kirya anima também mensalmente, um espectáculo intitulado « The Maurice Kirya Experience » que apoia a promoção de espectáculos em directo originários da África de Leste e de inúmeras partes do mundo. Este espectáculo foi reconhecido pela valorização dada à música no palco em Uganda, visto que ele apresenta em directo músicos e poetas conhecidos ou não, profissionalmente.

Kirya vive e trabalha em Kampala, no Uganda.

Traduzido por: Anny Matos, Bibliotecária da Alliance française do Mindelo, 
aos sete dias do mês de Março do ano da graça de dois mil e onze (07/III/2011)

You Might Also Like

0 comentários

Popular Posts

Like us on Facebook

Flickr Images